Informação para um mundo melhor! Idéias para o desenvolvimento sustentável!

Problemas Ambientais: causas, efeitos e soluções.

Documentário sobre o Manguezal em Aracaju

Documentário que ganhou em 3° lugar na categoria arte/Ensino Médio, na II Olimpíada Ambiental de Sergipe Intitulado de A destruição da paisagem natural em favor do crescimento urbano, aborda os problemas gerados pelo crescimento desordenado de Aracaju/Sergipe, o que serve também para qualquer outra cidade.O vídeo foi elaborado por alunos do 2º ano do ensino médio, sendo eles: Charlie Rodrigues Fonseca, Gabriella Souza Barreto, Luis Felipe Araújo e Rafael Azevedo Ferreira, do COC-Colégio São Paulo, em Aracaju. Participação do Professor e historiador sergipano Luiz Antônio.

Mais vídeos de Problemas Ambientais.

Escuchamos a Leonardo Boff, en una  sensible y clara explicacion del problema global
Educación Socio Ambiental - LEONARDO BOFF ( 1)
Temen niños a bichos con influenzaEl 27% de los infantes considera a la delincuencia como el principal problema del país. En la Del Valle, a niños les preocupan bichos con influenza; también relatan haber escuchado balazos y toparse con drogadictosBerenice Balboaoctubre 07, 2009 |El estudio Tendencia Niños 2009, realizado por De la Riva Group, con niños y niñas en edades entre los 10 y los 12 años, reveló que el 27 por ciento piensa que el principal problema de México es la inseguridad.La encuesta realizada en el Distrito Federal, Guadalajara, Monterrey, Hermosillo y Mérida indica que otro 24 por ciento de niños considera a las drogas como otro problema del país.Niños de la colonia Del Valle respondieron en un sondeo a qué le temen. Bichos con influenza y el mismo cáncer están dentro de la lista.Brujas, momias, fantasmas y hasta el enigmático Conde Drácula son parte de los miedos de los pequeños; no obstante, los drogadictos, asesinos, asaltantes, y borrachos interrumpen sus sueños.Los infantes de la colonia han aprendido a convivir con sus temores, pues no sólo afirman haber sido testigo de la presencia de almas en pena, la de La Llorona clamando por sus hijos entre las calles, sino que han experimentado escuchar balazos, toparse con drogadictos y vivir cerca de lugar donde acaban de asesinar a alguien.Siguiendo con la tendencias de De la Riva Group, los problemas ambientales como el calentamiento global fue tema en el sondeo además del incremento de: basura, contaminación , la escasez de árboles, la muerte de osos panda, etc.La tecnología y el acceso a la información juegan un rol importante en el desarrollo de los niños, pues se caracteriza por proveerles un ambiente con mayor peligro e inseguridad, afirmó en entrevista a delvallede10.com.mx Priscila Aramburu, directora del Área de Estudios Sindicados de De la Riva Group.El panorama no difiere del presentado por Tendencia Niños, ya que, bombardeados con mensajes como la seguridad es insuficiente, su casa es el lugar más inseguro, o que sus padres ya piensen en portar un arma, genera en ellos el mismo temor.Los niños de la Del Valle no sólo viven en la tercera colonia más insegura del Distrito Federal, donde se comenten en promedio siete delitos al día, sino también en el segundo país con mayor corrupción.Piensan en el fin del mundo¿Qué generación en su niñez no ha escuchado de los adultos que el mundo se va acabar? No obstante, Tendencia Niños mostró que a los niños capitalinos les preocupa la posibilidad de que se acabe el mundo (39 por ciento), seguido de que se termine el agua (26 por ciento).Pronto las predicciones o mitos se vuelven realidad, pues algunos de los que viven en la Del Valle basta con que abran la llave del fregadero de sus casa para darse cuenta que el líquido les llega con menos presión o de plano no les llega.La psicosis por quedarse sin agua en la ciudad va en aumento en muchos hogares, por ello para los más pequeños dejan de ser simples comentarios de adultos para convertirse en su peores temores.Pasó a la historia el va venir el coco y te va a comer, por el no salgas después de cierta hora que te pueden robar o cierra la llave porque, si no, mañana ya no te podrás bañar.La preocupación sobre el deterioro ambiental puede impactar de forma positiva en la responsabilidad asumida por los niños, futuros ciudadanos, en torno al problema. Sin embargo, es importante destacar que se necesita contar con orientación para asumir su responsabilidad en el cuidado del medio ambiente y poder generar cambios en el futuro, explicó Aramburu.Los niños de hoy no han perdido la imaginación aunque se les vea pegados a los videojuegos: sólo viven la fantasía de diferente forma.A diferencia de los baby boomers (nacidos entre el final de la Segunda Guerra Mundial e inicios de los 60), que veían en su futuro la conquista del espacio, los de ahora ven cerca la destrucción del medio ambiente mientras esquivan a diario a una que otra rata. www.delvallede10.com.mx
Temen niños a "bichos con influenza" - delvallede10.com.mx
O monte Santa Helena (em inglês Mount St. Helens) é um vulcão activo que fica no sudoeste do estado norte-americano de Washington, 160 quilómetros ao sul de Seattle.Após 127 anos de inactividade o vulcão entrou violentamente em erupção no dia 18 de Maio de 1980, às 8h30min, matando 57 pessoas.Após um tremor de 5,1 na escala richter, o lado norte do monte entrou em violenta erupção provocando danos ambientais numa área de 550 Km2. A cinza emanada da erupção provocou problemas respiratórios nos habitantes até a distância de 1500 quilómetros de distância do vulcão.Como resultado da explosão a altura da cratera do vulcão diminuiu cerca de 400 metros, passou de 2.950 para 2.549 metros e, aumentou cerca de 2 km a sua largura.
vulcões White Island Nova Zelândia parte 2 Mount St Helens EUA part 1 6
El Nombre de Tu Idea:Transporte Humano Sustentable para Grandes Metrópolis (programa piloto Ciudad de México). Categoría: Medio AmbienteFrase para describir tu idea: Vía de Transportación Humana y modelo sustentable para grandes ciudades utilizando bicicletas y dispositivos tipo Segway Human Transporter. Describe tu idea a detalle:  Generación de vía de transportación humana (VTH) funcional que se convierta en un caso de éxito replicable.Se propone a la Ciudad de México debido a que es una de las más grandes metrópolis del mundo, tiene oportunidades en disminución de tráfico/contaminación y el Gobierno de la Ciudad está muy interesado en llevar a cabo este tipo de proyectos. La Avenida Reforma en particular reúne características que la hacen ideal: muy transitada, ubicada en el corazón de la ciudad y con grandes espacios peatonales a sus lados. El programa consiste en hacer una ruta para la VTH a lo largo de la avenida y que se le provea de bicicletas y Segway Human Transports (HT) además de estaciones de cobro y guardado de estos vehículos. El fondo patrocinado por Google servirá para el arranque de ésta operación sin embargo este proyecto es 100% autofinanciable debido a 1) Patrocinio del Gobierno de la Ciudad. 2) La avenida tiene cientos de corporativos de las principales empresas del país los cuales estarán muy interesados en invertir. 3) A través de publicidad en los transportes que cruzarán por esa vía.  4) Con un costo mínimo por el uso de ese vehículo (que será equivalente al costo del transporte público) y se cobrará a través de una tarjeta para eficientarlo y para la identificación del usuario al que se le presta el vehículo. Las condiciones se prestan para que sea un modelo bien aceptado por su enorme utilidad ya que el actual transporte no contaminante de la ciudad (metro, metrobus, turibus, tranvía, suburbano  y tren) comunica a las personas a grandes distancias, las VTH complementarán la necesidad de transporte en tramos cortos cerrando el ciclo y haciendo que la ciudadanía migre hacia este nuevo modelo sustentable donde el automóvil ya no será necesario.Sobre qué problemas o temas trata tu idea: Las grandes urbes del planeta sufren de un gran problema: demasiados autos, este problema se incrementa cuando las vialidades ya no alcanzan para contener ese flujo de vehículos. Los problemas que genera son tráfico, contaminación (ambiental y auditiva),  estrés, accidentes viales y un largo etc.Si tu idea se hiciese realidad, ¿quién se beneficiaría más y cómo? Ganan: Los usuarios del transporte público, reduciendo sus tiempos de transporte y el costo del viaje. Los concesionarios de transporte público porque al salir de circulación los microbuses de Reforma,  se trabajaría como en el Metrobus en el que se formó una empresa en conjunto entre los transportistas y el gobierno para operar los nuevos trasportes.Los corporativos por el cambio visual en Reforma hacia una calle y sociedad más sustentable, se reducen las emisiones  y sobre todo la contaminación auditiva que los rodea actualmente. Los anunciantes al promover sus productos de una forma nueva la cual es vista con agrado por la comunidad. La Ciudad al concretar otro proyecto de desarrollo sostenible que a la vez servirá como piloto para hacer este tipo de vialidades en toda la ciudad e incluso evolucionar a VTH elevados. Ganamos todos al tener menos contaminación, menos estrés, menos tráfico y una moderna vista.
Transporte Humano Sustentable para Grandes Metrópolis
A Terceira Travessia do Tejo (TTT) em Ponte no Mar da Palha põe definitivamente em risco as populações ribeirinhas das cidades de Lisboa até Vila Franca de Xira e do arco ribeirinho da margem sul (Alcochete, Montijo, Moita, Barreiro, Seixal e Almada). O índice de assoreamento no Mar da Palha é extremamente elevado, como é bem visível nesta fotografia do Dique Vasco da Gama ( http://www.anmpn.pt/images/apvg.jpg ) dado que, o aumento de amplitude do estuário naquela zona provoca uma diminuição significativa da velocidade da água, que facilita a precipitação dos sedimentos que vêm em suspensão. Na maré baixa, no trajecto Seixal - Lisboa, existem locais onde já não passam dois catamarans um pelo o outro. Os cerca de 50 pilares da nova Ponte vão originar igual número de ilhas cujo aumento de volume ao longo dos anos provocará um efeito de Dique, potenciando a ocorrência de catástrofes com inundações das zonas ribeirinhas, em situações de caudais elevados aliadas a ventos e marés vivas equinociais. Efectivamente, dado que os caudais no rio têm vindo a aumentar fruto da diminuição das zonas de infiltração em terra ocupadas pela malha urbana, a introdução de infra-estruturas no rio que funcionam como obstáculos à corrente fará crescer significativamente o nível de assoreamento, potenciando a ocorrência de inundações devido à subida da altura da água. Este problema não foi objecto de qualquer estudo científico, nem sequer foram consultadas as entidades de referência no domínio da hidrografia, nomeadamente, o Instituto Hidrográfico. O Professor Carvalho Rodrigues, no Programa Clube de Imprensa da RTP2, através de uma experiência simples, mostra-nos os riscos que a TTT em ponte (em qualquer dos corredores) representará para as populações ribeirinhas, no caso de não vir a ser travada a tempo. A falta de rigor e superficialidade do estudo subjacente à TTT no respeitante aos seus efeitos na área molhada, é uma vergonha para a Engenharia Portuguesa, aliás bem patente no parecer sobre o Projecto emitido pelo Gabinete de Sexa. o Chefe do Estado Maior da Armada, quando afirmou  sic. Apesar do Estudo de Impacto Ambiental referir que o Instituto Hidrográfico foi contactado como entidade interessada, convém esclarecer que as solicitações dirigidas àquele Instituto não foram nesse sentido, tendo tido apenas como objectivo a cedência de dados hidrográficos publicados pelo IH. Ou seja, quem sabia da poda, quem tinha a soberania sobre os saberes, não foi consultado!Para ver a totalidade  do video do Clube de Imprensa de 2009.04.29 - Portugal, País de Descobertas? - clique neste link http://ww1.rtp.pt/multimedia/?tvprog=...
Viver à beira do Dique «Chelas-Barreiro» ou «Beato-Montijo ...
 
Trabalho de Geografia da Escola IDAAM/Gama Filho. Paródia sobre problemas ambientais. parodias com as musicas: Poker Face - Lady Gaga e Mais Uma Vez - Legião Urbana
TRABALHO DE GEOGRAFIA - SUN FACE.wmv
Muhammad Yunus, Nobel da Paz e fundador do Grameen Bank, aponta o estilo de vida das pessoas como o grande problema das causas ambientais; fala sobre a política de concessão de créditos do Banco Grameen; e avalia o papel da mídia como instrumento de mudanças no mundo. ANDI, 2008. Site: www.mudancasclimaticas.andi.org.br
Entrevista - Muhammad Yunus
Mais um trabalho do 2º B 2009 do José Luciano... Fomos la pra Av. Goiás... (uh povo e doido) hehehe
Problemas ambientais nos meios urbanos
Activista social Raul Muñoz nos habla sobre la situacion actual dentro de su municipio el Salto... y de como la contaminacion ambiental a ocasionado graves problemas de salud y cancer.. nos habla  de no recibir ayuda para su gente y de la incompetencia de los tres niveles de Gobierno asi como de la Secretaria de Salud
Problematica El salto y Juanacatlan
Solidariedade no mundo animal:O patinho alimenta os peixes no lago.++++++++++++++++ SOLIDARITY in the animal world: a duckling feeding the fish in the lake.+ SOLIDARIDAD en el mundo animal: un anadón que alimenta los pescados en el lago.+ SOLIDARITÉ dans le monde animal : un caneton alimentant les poissons dans le lac.+ SOLIDARITÄT in der Tierwelt: ein Entlein, das die Fische im See einzieht.+ ???????????? ? ???????? ????: ?????? ??????? ???? ? ?????.+ SOLIDARIETÀ nel mondo animale: un anatroccolo che alimenta i pesci nel lago.+ SOLIDARITEIT in de dierenwereld: een eendje dat de vissen in het meer voedt.+ ?????????? ??? ????? ?????: ???? ??????? ??? ?????? ?? ????? ??? ?????.===============A domesticação de animais ou plantas é um processo utilizado desde a pré-história. Consiste na seleção e adaptação de certos seres vivos, considerados úteis para suprir necessidades humanas, para a vida em associação íntima com os seres humanos e com outras espécies. Ao longo de milhares de anos, esse processo acarretou modificações em várias características originais dos seres vivos domesticados, chegando em muitos casos ao desenvolvimento de dezenas de raças, como os cães e gatos.Outros exemplos de animais domésticos são o cavalo, vaca, porco, cabra, coelho, ovelha e várias aves como a galinha. Muitos deles são utilizados na pecuária. As plantas domésticas são inúmeras e vão desde as utilizadas em residências até às cultivadas na agricultura.A domesticação acompanha a História da civilização, sendo benéfica para o desenvolvimento da mesma, porém é extremamente prejudicial à natureza e à ecologia, já que, em contraste com a seleção natural, a domesticação provoca uma seleção artificial de alguns seres vivos em detrimento de outros que o ser humano procura eliminar por considerar hostis à sua sobrevivência. A domesticação, desse modo é um fator de redução da biodiversidade. Um exemplo no Brasil é o abate de onças que se alimentam de gado. A agricultura acarreta a devastação de florestas naturais e em seu lugar são instaladas monoculturas. O habitat e os alimentos de animais selvagens são dessa forma destruídos.A domesticação acaba sendo ao mesmo tempo benéfica e maléfica ao ser humano, pois este também sofre as conseqüências de problemas ambientais gerados pela domesticação em grande escala.fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Domestic...=====================The creation of animals or plants is a process used since daily pay-history. It consists of the election and adaptation of certain beings livings creature, considered useful to supply necessities human beings, for the life in close association with the human beings and other species. Throughout thousand of years, this process caused modifications some original characteristics of the beings domesticated livings creature, arriving in many cases at the development of sets of ten of races, as the dogs and cats. Other examples of domestic animals are the horse, cow, pig, goat, rabbit, sheep and some birds as the hen. Many of them are used in the cattle one. The domestic plants are innumerable and go since the used ones in residences until the cultivated ones in agriculture. The creation of animals folloies the History of the civilization, being beneficial for the development of the same one, however it is extremely harmful to the nature and the ecology, since, in contrast with the natural election, the domesticação provokes an artificial election of some beings livings creature in detriment of that the human being search to eliminate for considering hostile to its survival. The creation of animals, in this manner is a factor of reduction of biodiversity. An example in Brazil abates is it of ounces that if they feed of cattle. Agriculture causes the destruction of natural forests and in its place cultivations are installed. The habitat and the foods of destroyed wild beasts are of this form. The creation of animals finishes being at the same time beneficial and maleficent to the human being, therefore this also suffers the consequences of ambient problems generated by the large-scale creation of animals.
solidariedade do pato - comida aos peixes
 
Esse é um vídeo que fiz para a apresentação do trabalho do meu grupo no projeto Conciência com Ciência da Escola Castelo BrancoAutor do Vídeo: Allyson Monteiro.Componentes do grupo: Allyson Monteiro, Victor Braga, Renan Botasse, Vinicius Caon e Matheus Zamprogno.
Aquecimento Global / Questões Ambientais
TEXTO BÁSICO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUSA Educação é a base para o desenvolvimento de um país, pois através dela as pessoas têm subsídios para exigir seus direitos e cumprir os seus deveres, ou seja, as pessoas têm condições de desempenhar o seu papel de cidadão. É a participação cidadã que surge como mola-mestra na solução dos problemas ambientais e na proposta de conviver em sociedade e com a natureza. E a participação pode se dar nos mais diversos níveis: no caso da participação em relação à resolução dos problemas ambientais, ela é a principal das profundas transformações que estão ocorrendo para assegurar a convivência democrática, sustentável e harmônica dos seres humanos entre si e com o ambiente.Nesse processo, a Educação Ambiental entra não somente como uma passagem de informações - como ocorre geralmente com a Educação Tradicional - mas também na aplicação dessas informações como forma de mudança de comportamentos e atitudes em relação aos problemas ambientais. E quem já aprendeu - o Educador Ambiental - pode partilhar com quem apenas inicia esta jornada - os alunos - que serão transmissores desses conhecimentos aos seus pais, vizinhos, amigos, enfim, como se fosse através de uma corrente, pois, ao contrário do que Paulo Freire decidiu chamar de Educação Bancária, caracterizada pelo acúmulo de informações pré-fabricadas sem conexão com o potencial de evocação existente em qualquer aprendizagem, a Educação Ambiental se baseia na premissa de que é na reflexão sobre a ação individual e coletiva em relação ao meio ambiente que se dá o processo de aprendizagem. Ou seja, ela vem da emergência de uma percepção renovada de mundo chamada de holística. Em outras palavras, é uma forma íntegra de ler a realidade e atuar sobre ela através de uma visão de mundo como um todo, não podendo ser reduzida só a um departamento, uma disciplina ou programa específico. Daí a necessidade de ligar ações multi e interdisciplinares à Educação Ambiental - contando com a ajuda de profissionais ligados à área da Educação como também a Biologia, Artes, Ecologia, Geografia, História, Matemática, Português, enfim, todos aqueles que trabalham como professores das disciplinas básicas nas escolas de primeiro e segundo graus, sendo disseminadores desses conhecimentos que serão inseridos na vida cotidiana de todos os indivíduos.A Educação Ambiental é uma proposta de filosofia de vida que resgata valores éticos, estéticos, democráticos e humanistas. Ela parte de um princípio de respeito pela diversidade natural e cultural, que inclui a especificidade de classe, etnia e gênero, defendendo, também, a descentralização em todos os níveis e a distribuição social do poder, como o acesso à informação e ao conhecimento. A Educação Ambiental visa modificar as relações entre a sociedade e a Natureza, a fim de melhorar a qualidade de vida, propondo a transformação do sistema produtivo e do consumismo em uma sociedade baseada na solidariedade, afetividade e cooperação, ou seja, visando a justa distribuição de seus recursos entre todos.Para viver nosso cotidiano de maneira mais coerente com os ideais de uma sociedade sustentável e democrática, é necessária uma educação que repense velhas fórmulas de vida, propondo ações concretas para transformar nossa casa, rua, bairro, enfim, comunidades, sejam elas no campo ou na cidade, na fábrica, na escola ou no escritório.Texto: Biólogo João Luís de Abreu Vieira
TEXTO BÁSICO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUS
Assista TV pela internet, http://www.justtv.com.br . Desde 1986 o músico, biólogo e diretor de tv, Jorge  Kassis (JOKA) desenvolve técnicas de propagação de informação na área de educação ambiental, saúde e entretenimento, além de liderar um grupo que ajuda milhares de  brasileiros com problemas  na Tireóide Programa exibido ao vivo toda quinta às 17h. Programa transmitido dia 02/07/09. Powered by http://www.Goorila.com.br
JustTV: Café Com Papo - Entrevista com Jorge Kassis (JOKA) - 02 ...
 A BARATA DE TERÊ é uma PARÓDIA/PROTESTO em forma de GUIA LOCAL DE GASTRONOMIA, contra o DESCASO das AUTORIDADES e a FALTA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL de alguns CIDADÃOS, que INSISTEM em JOGAR LIXO NA RUA! PROGRAMA COMEMORATIVO DE 3 ANOS DE LUTA CONTRA O PROBLEMA!O apresentador  BARRACOVÉIO (FERNANDO FERNANDES) apresenta a SOPA DE LIXO, iguaria INIGUALÁVEL, disponível em um dos bairros de IPTU MAIS ALTO da SERRA FLUMINENSE!IMAGENS: TERETVCRIAÇÃO, ANIMAÇÃO E ARTE: FERNANDO FERNANDES (OUTUBRO/2009)BG MUSICAL VINHETA(Intro de Banquete dos Signos-Zé Ramalho)
A BARATA DE TERÊ
A intenção de um fábrica de cerveja de usar o plástico pet nas embalagens de bebidas alcoólicas vai parar nos tribunais. Problema seria o  impacto ambiental da medida .O que cada um pode fazer para ajudar a  preservar o planeta. Este questionamento tem sido feito com frequência por gente do mundo inteiro. Em pelo menos um ponto, todos concordam: reduzir o volume  de lixo produzido diariamente é um bom começo. Foi com este propósito que a Justiça Federal barrou a intenção de uma cervejaria paulista. A reportagem é de Erica Resende.
Via Legal - Cuidado ambiental
 
Um dos rios mais importantes do Paraná sofre com a degradação ambiental, que prejudica também a população ribeirinha.Reportagem: Vinicius FrigeriImagens: Jairo SilvestreBalanço GeralRICTV Record Londrina24/11/2009
Problemas do Rio Tibagi - RICTV Record Londrina - Vinicius Frigeri
Erosão causada pelas águas pluviais. A enxurrada causada pela força das águas pluviais acima da média logicamente vai parar no ponto mais baixo do terreno. As várzeas, os córregos ou rios das baixadas, cercados de vegetação nativa, recebem essa agressão: terra arrastada forma bancos de areia que assoreiam tanto a vegetação quanto o curso de água doce, podendo chegar a extinção de uma nascente ou córrego. Ao prejuízo ambiental, soma-se o prejuízo ao produtor, contabilizado pela parte fértil do solo (20 cm de solo agrícola) que se esvai ladeira abaixo, diminuindo a eficiência da exploração agropecuária. Infelizmente, na época das chuvas, esse cenário é comum em boa parte das propriedades, anuncia o Técnico em Agropecuária Daniel Geraldo de Carvalho, da EMATER PARANÁ, de Sto. Ato, do Caiuá. Nessas regiões as curvas de nível deverão serem marcadas sem gradiente ( em nível) e os terraços a serem construídos, exigem cuidados permanentes de manutenção, mesmo em áreas de pastagens, pois sua primeira função e diminuir a velocidade do escorrimento superficial das águas das chuvas e segunda é represar a terceira é aumentar a infiltração nas camadas profundas do solo (horizonte B). Quando inverna por vários dias, o solo já está saturado e a água acaba se acumulando nas curvas em grande volume ( nos terraços bem gramados a infiltração de água é maior, pois, as raízes das plantas estão em constante renovação, aquelas raízes velhas morrem, apodrecem e formam canais no sentido das camadas profundas do solo - servindo de canais para a infiltração da água). Criam-se pontos de pressão ameaçadores sobre o terraço. Basta existir o chamado vício de erosão naquele terreno, um ponto mais baixo ou uma valetinha, para a água achar a saída e abrir fendas na curva. Forma-se, então, a voçoroca descendente, descreve. Nesse cenário, segundo ele, o problema maior é que a enxurrada vai se encontrar com a água represada da mesma maneira, na curva seguinte. Nessa última, o terraço de contenção não foi projetado para suportar o volume multiplicado de correnteza com terra, e logo é superado e erodido, descreve. Em questão de minutos, o investimento realizado pelo produtor vai literalmente por água abaixo. Se nada for feito, com o passar do tempo aparecem erosões com vários metros de profundidade. É comum também o surgimento de valetas na extremidade da curva de nível, local normalmente usado como carreador, passível de apresentar depressões deixadas por animais ou veículos, ou seja, os arriscados vícios de erosão. O custo para a recuperação de todas essas áreas é alto e exige, quase sempre, manutenção anual. Para evitar o problema, têm-se procurado alternativas. Algumas são realizadas igualmente em nível, como o chamado terraceamento embutido, em que, ao invés da construção elevada do terraço, aprofunda-se o solo no lado mais alto do terreno, oferecendo maior compactação e resistência à pressão da água. Outra opção é construir travesseiros imensos de terra, seja nos pontos fracos, para impedir o estouro da curva; seja nas suas extremidades, para tentar evitar a fuga da água. Todas exigem grande revolvimento de terra, maquinário pesado, e produzem uma área de baixa fertilidade do solo à sua volta. Dependendo das condições topográficas, esses terraços chegam a alcançar alturas significativas, de dois ou três metros.
Escorrimento de pequena quantidade de água nas trilhas do animais, grande estrago - VOSSOROCA
CRÓNICA: http://asturiasverde.blogspot.com/200... l poliestireno expandido o también conocido como corcho blanco es un nuevo problema ambiental en aumento en la costa. En principio se trata de un material que tiene fácil reciclaje, pero el problema es que su mal uso hace que muchos de los embalajes no terminen en el contenedor adecuado, sino flotando en la mar. El poliestireno se puede romper y desmenuzar en una nieve de bolitas blancas, pero resulta muy difícil de recoger, se mueve con facilidad ya sea flotando o por la acción del viento y lo peor es que no es biodegradable, por lo que esta nieve artificial que decora nuestras playas puede permanecer en ellas durante siglos.El problema crece de forma exponencial debido al éxito que tiene este material en la fabricación de cajas para el transporte y distribución del pescado y marisco fresco. Si no se encuentra una solución al problema se tendrá que ir pensando en prohibir el poliestireno expandido para embalajes de pescado.+ MÁS INFORMACIÓN EN: http://www.asturiasverde.com/oceanos
Crónica: POLIESTIRENO EXPANDIDO nieve artificial en las playas
-
Laura Pausini - Mensaje de concientizacion sobre el problema ambiental
Esta semana se anunció un crédito por US$ 175 millones para Doe Run Perú, empresa minera que opera en una de las ciudades más contaminadas del planeta: La Oroya, en Junín.Pero más allá de este anuncio, importante en términos socioeconómicos, aún falta saber si DRP cumplirá con el Plan de Adecuación y Manejo Ambiental ninguneado en el pasado.El siguiente reportaje contiene un recuento sobre el caso y recoge la opinión de María Isabel Ferreyra, comunicadora de la Asociación Civil Labor y declaraciones de pobladores de La Oroya.
CASO DOE RUN: ¿Y QUIÉN SALVARÁ A LA OROYA?
 
-
Cronica Pirry Hacienda Napoles(sos hipopotamos colombianos) 2prt.
Apresentaçao de slides sobre problemas ambientais para seminario de Biologia- ETE GV 2°B 2009
Degelo das calotas polares by: VBD's
Entrevista realizada a principios de octubre en la Comunidad Leoncio Prado de Barranquita, sobre los problemas de demarcación territorial, títulos de propiedad y la ocupación de tierras por parte del Grupo Romero en la zona, en San Martín, Perú.
Entrevista a Darwin Cavaza, Comunidad Leoncio Prado de Barranquita.
Concientização da população para os problemas ambientais vividos e esquecidos por todos. O meio ambiente é nossa casa e todos nós precisamos muito dele.Então prestem atenção aos acontecimentos e vamos juntos lutar para preservar!!!!apresentaçãoMATHEUS CK3filmagem e ediçãoLOSTUnião das Culturas de Rua
Diretoria Ambiental UCR
Es un material que muestra testimonios reales de personas mapuche que están conviviendo con plantas de tratamientos de aguas servidas y vertederos en la IX región, y los problemas que ello les ocasiona.
lanzamiento documental racismo ambiental en Chile
 

Categorias