Informação para um mundo melhor! Idéias para o desenvolvimento sustentável!

Problemas Ambientais: causas, efeitos e soluções.

Documentário sobre o Manguezal em Aracaju

Documentário que ganhou em 3° lugar na categoria arte/Ensino Médio, na II Olimpíada Ambiental de Sergipe Intitulado de A destruição da paisagem natural em favor do crescimento urbano, aborda os problemas gerados pelo crescimento desordenado de Aracaju/Sergipe, o que serve também para qualquer outra cidade.O vídeo foi elaborado por alunos do 2º ano do ensino médio, sendo eles: Charlie Rodrigues Fonseca, Gabriella Souza Barreto, Luis Felipe Araújo e Rafael Azevedo Ferreira, do COC-Colégio São Paulo, em Aracaju. Participação do Professor e historiador sergipano Luiz Antônio.

Mais vídeos de Problemas Ambientais.

-
HYPNOTZION - O 2º CHÁ
Este vídeo foi produzido pelo grupo do Projovem adolescente de Cruz das Armas. Aborda o Problema sócio ambiental da Lagoa Antonio Lins.
PROJOVEM ADOLESCENTE Cruz das Armas JP/PB : Educação Ambiental -
O Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) promoveu, no dia 18 de novembro, em Uberlândia, a primeira consulta publica do Plano Estadual de Recursos Hídricos (PERH). Representantes da sociedade civil e do poder público da região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba participaram do evento, que discutiu a Política de Recursos Hídricos, os problemas ambientais do Estado, os conflitos no uso da água e os instrumentos de gestão existentes.Reportagem feita por Rafael Ferreira, da TV Paranaiba, afiliada Record, em Uberlândia.
Plano de Recursos Hídricos debatido em Uberlândia
La basura como un problema nacional y mundial
La basura.wmv
A TV Câmara exibe uma série de reportagens sobre um problema que desafia países, quebra a cabeça de especialistas, mobiliza os defensores do meio ambiente e tem tudo a ver com a forma como nos comportamos no dia-a-dia: o lixo. Essa coisa aparentemente simples, que precisa apenas ser jogada fora.Seria ótimo se fosse mesmo simples assim. Mas, como sabem hoje em dia até as crianças, o lixo é uma coisa bem mais complicada, que envolve aterros sanitários, separação e reciclagem, custos elevados e políticas de saúde pública. É o que mostra Aline Machado, na primeira reportagem da série especial sobre o destino do lixo.Lixo nas ruas e nos rios, bem perto dos moradores. Quem nunca viu essa imagem antes? O pior é que nós mesmos somos responsáveis por parte do problema. Em média, cada brasileiro produz 1 Kg de lixo por dia. No Brasil inteiro, são 178 mil toneladas, sendo que apenas 140 mil são coletadas. O resto, 38 mil toneladas, o equivalente a uma fila de 3 mil e 800 caminhões, ou 3 vezes o comprimento da ponte Rio-Niterói, é jogada em qualquer lugar.Nesses lixões, muitas vezes perto de centros urbanos e reservas ambientais, não há qualquer tratamento do lixo. Catadores em busca do que pode ser reciclado e até de comida ficam expostos ao chorume - líquido gerado pelo material em decomposição - cem vezes mais poluente do que o esgoto doméstico.Mas não deveria ser assim. A coleta é principalmente um problema de administração pública. Nos mais de cinco mil municípios, bilhões de reais são investidos em licitações e contratos com empresas privadas pra construção de aterros sanitários. Só pra se ter uma ideia, a maior cidade brasileira, São Paulo, gasta cerca de R$ 1 milhão por dia pra lidar com o lixo.Irregularidades foram encontradas em algumas partes do país. Em Brasília, uma empresa está sendo investigada pelo Tribunal de Contas. O motivo: contrato sem licitação. Na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, o Ministério Público comprovou a existência de buracos no aterro de Gramacho. No Rio Grande do Sul, o lixão de Capão da Canoa está interditado até que o município obtenha licença ambiental. Também no Rio Grande do Sul, foi desmontada uma quadrilha que há 12 anos fraudava licitações pra coleta de lixo. No grupo, havia agentes da Justiça e policiais. As empresas teriam faturado mais de R$ 20 milhões, somente no ano passado.Segundo o ministro Ubiratan Aguiar, do Tribunal de Contas da União, essas irregularidades são comuns. Ele defende mais poderes pra que o TCU apure e puna com rigor eventuais falhas.Além de maior fiscalização, os deputados defendem a aprovação do projeto com a Política Nacional de Resíduos Sólidos.E cada um de nós pode ajudar na redução e no reaproveitamento daquilo que jogamos fora. Em casa, é só separar o lixo seco do material orgânico. Assim, o trabalho do catador de lixo é facilitado.Fonte: TV Câmarahttp://www2.camara.gov.br/tv
Lixo (Episódio 1 de 4) - Os desafios da destinação do lixo
 
-
Boira Misterio - La Sexta Extinción - A Sexta Extinção 1
EL MAYOR PROBLEMA AMBIENTAL EN EL MUNDO
AMBIENTE Y SUSTENTABILIDAD "BASURA"
Este video fue realizado para concientizar a nuevas formas para tratar los problemas ambientales,siempre hay el deseo de que las cosas cambien para mejorar
Conciencia Ambiental
Seja a mudança que quer ver no Mundo !!

Trabalho TPEAV @ ESTCB

Catarina Morgado & Patrícia Gaudêncio
Meio Ambiente
Apesar da praticidade as Garrafas Pet representam um grave problema ambiental, já que esse resíduo pode levar séculos para se decompor na natureza. Só no Brasil no ano passado foram produzidas quase 500 mil toneladas do produto. Em São José dos Campos o reaproveitamento e a reciclagem dessas garrafas plásticas tem gerado lucro para cooperativas de catadores e também para a indústria.
Tecido Reciclagem - 02/06/2009
 
-
Semar paralisa atividades da Cooperativa Delta por causa de problemas ambientais
A avenida Leste-oeste tornou-se ponto para o despejo de lixo e entulhos. As calçadas e até o canteiro central estão tomados. Segundo a Prefeitura, 90% do lixo é jogado por carroceiros. Para acabar com o problema, a regional está fazendo fiscalização e vai intensificar o trabalho de educação ambiental com os moradores.
Moradores reclamam do lixo espalhado na Capital
Prêmio Morena de Criação e VídeoVídeo concorrente (2009)Categoria: AcadêmicaTema: Meio ambienteTítulo: Respiração do PantanalInstituição de ensino: Universidade Anhanguera - UniderpCriação: Crislaine F. Seixas, Jeferson R. Vieira e Simony KudakaDireção: Annelise JardimA idéia é promover uma campanha que possa fazer com que cada ser humano se conscientize da gravidade do problema com o meio ambiente, e que o tempo está passando acelerado e a gente nem percebe do quanto é importante parar, pensar e agir com o que está acontecendo ao nosso redor. O Estado do Mato Grosso do Sul, tem um enorme aliado para essa causa positiva do meio ambiente que é o Pantanal. Fazer com o que o cidadão sul-matogrossense perceba da importância de viver perto de um grande tesouro para o meio ambiente, fazendo com que cada um valorize esse tesouro, com ações a favor do meio ambiente, como educação ambiental, economia de água e energia, ao não desmatamento, sustentabilidade, etc.Tudo isso é responsabilidade de todos, se todos juntos se unir esse gigante problema do aquecimento global pode ser evitado o mais rápido possível. Pensar e agir enquanto é tempo.
Respiração do Pantanal (Prêmio Morena/2009)
Desperdício  de água tratada pela SABESP  na caixa dágua do Bairro do Jardim Santo Antonio - II na Cidade de Campo Limpo Paulista, São Paulo. Segundo moradores do bairro, esse desperdício ocorre  quase que diariamente, há mais de 14 anos, chegando a uma vazão aproximada de 5m³/s  principalmente no horário notuno, período em que o consumo diminui.Desde 2007 venho reclamando junto à gerência da SABESP através de requerimentos e denúncias aos meios de comunicação como jornais e TVS da região, mas infelizmente até hoje o problema continua sem solução. Esse problema é revoltante, porque além de prejudicar o meio ambiente, devido o aumento no consumo de energia elétrica e produtos químicos, também aumenta o valor cobrado dos consumidores através do aumento do custo no tratamento. Nós moradores de Campo Limpo pedimos responsabilidade ambiental dos responsáveis da SABESP e  que os nossos direitos sejam respeitados. Esse ano  foram investidos $ 9.800.000,00 com a ampliação e modernização da E.T.A de Campo Limpo Paulista, mas o desperdício continua.............ARTIGO 225 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL, DIZ QUE A PROTEÇÃO AMBIENTAL É DEVER E DIREITO DE TODOS,
P9220007 DESPERDÍCIO DE ÁGUA TRATADA PELA "SABESP" DE CAMPO LIMPO PAULISTA
Trabalho de biologia, demonstrando um dos problemas ambientais encontrado em JLLE. Realizado pelos alunos: Diego, Janaina, Jessica e Wellinton
GPF - poluição visual II - Atividade de Biologia
 
AUTORES: João Ferreira e Tiago Cavalete, Turma do 12º do IPE
Esmiuçar Copenhaga
cachorro tentado passar o sarrafo na leoa... sexo animal! rsrsrs================MOOD: dog making sex with lionessHUMOR: perro que hace el sexo con la leonaHUMEUR : chien faisant le sexe avec la lionneSTEMMING: hond die geslacht met leeuwin maaktSTIMMUNG: Hund, der Geschlecht mit Löwin bildet???????: ????? ??? ????? ?? ???? ?? ?? ??????????UMORE: cane che fa sesso con il lioness??????????: ?????? ????? ???? ? ???????================A domesticação de animais ou plantas é um processo utilizado desde a pré-história. Consiste na seleção e adaptação de certos seres vivos, considerados úteis para suprir necessidades humanas, para a vida em associação íntima com os seres humanos e com outras espécies. Ao longo de milhares de anos, esse processo acarretou modificações em várias características originais dos seres vivos domesticados, chegando em muitos casos ao desenvolvimento de dezenas de raças, como os cães e gatos.Outros exemplos de animais domésticos são o cavalo, vaca, porco, cabra, coelho, ovelha e várias aves como a galinha. Muitos deles são utilizados na pecuária. As plantas domésticas são inúmeras e vão desde as utilizadas em residências até às cultivadas na agricultura.A domesticação acompanha a História da civilização, sendo benéfica para o desenvolvimento da mesma, porém é extremamente prejudicial à natureza e à ecologia, já que, em contraste com a seleção natural, a domesticação provoca uma seleção artificial de alguns seres vivos em detrimento de outros que o ser humano procura eliminar por considerar hostis à sua sobrevivência. A domesticação, desse modo é um fator de redução da biodiversidade. Um exemplo no Brasil é o abate de onças que se alimentam de gado. A agricultura acarreta a devastação de florestas naturais e em seu lugar são instaladas monoculturas. O habitat e os alimentos de animais selvagens são dessa forma destruídos.A domesticação acaba sendo ao mesmo tempo benéfica e maléfica ao ser humano, pois este também sofre as conseqüências de problemas ambientais gerados pela domesticação em grande escala.fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Domestic...================The creation of animals or plants is a process used since daily pay-history. It consists of the election and adaptation of certain beings livings creature, considered useful to supply necessities human beings, for the life in close association with the human beings and other species. Throughout thousand of years, this process caused modifications some original characteristics of the beings domesticated livings creature, arriving in many cases at the development of sets of ten of races, as the dogs and cats. Other examples of domestic animals are the horse, cow, pig, goat, rabbit, sheep and some birds as the hen. Many of them are used in the cattle one. The domestic plants are innumerable and go since the used ones in residences until the cultivated ones in agriculture. The creation of animals folloies the History of the civilization, being beneficial for the development of the same one, however it is extremely harmful to the nature and the ecology, since, in contrast with the natural election, the domesticação provokes an artificial election of some beings livings creature in detriment of that the human being search to eliminate for considering hostile to its survival. The creation of animals, in this manner is a factor of reduction of biodiversity. An example in Brazil abates is it of ounces that if they feed of cattle. Agriculture causes the destruction of natural forests and in its place cultivations are installed. The habitat and the foods of destroyed wild beasts are of this form. The creation of animals finishes being at the same time beneficial and maleficent to the human being, therefore this also suffers the consequences of ambient problems generated by the large-scale creation of animals.
sexo animal! cachorrinho cabra macho passando o sarrafo!
TEXTO BÁSICO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUSA Educação é a base para o desenvolvimento de um país, pois através dela as pessoas têm subsídios para exigir seus direitos e cumprir os seus deveres, ou seja, as pessoas têm condições de desempenhar o seu papel de cidadão. É a participação cidadã que surge como mola-mestra na solução dos problemas ambientais e na proposta de conviver em sociedade e com a natureza. E a participação pode se dar nos mais diversos níveis: no caso da participação em relação à resolução dos problemas ambientais, ela é a principal das profundas transformações que estão ocorrendo para assegurar a convivência democrática, sustentável e harmônica dos seres humanos entre si e com o ambiente.Nesse processo, a Educação Ambiental entra não somente como uma passagem de informações - como ocorre geralmente com a Educação Tradicional - mas também na aplicação dessas informações como forma de mudança de comportamentos e atitudes em relação aos problemas ambientais. E quem já aprendeu - o Educador Ambiental - pode partilhar com quem apenas inicia esta jornada - os alunos - que serão transmissores desses conhecimentos aos seus pais, vizinhos, amigos, enfim, como se fosse através de uma corrente, pois, ao contrário do que Paulo Freire decidiu chamar de Educação Bancária, caracterizada pelo acúmulo de informações pré-fabricadas sem conexão com o potencial de evocação existente em qualquer aprendizagem, a Educação Ambiental se baseia na premissa de que é na reflexão sobre a ação individual e coletiva em relação ao meio ambiente que se dá o processo de aprendizagem. Ou seja, ela vem da emergência de uma percepção renovada de mundo chamada de holística. Em outras palavras, é uma forma íntegra de ler a realidade e atuar sobre ela através de uma visão de mundo como um todo, não podendo ser reduzida só a um departamento, uma disciplina ou programa específico. Daí a necessidade de ligar ações multi e interdisciplinares à Educação Ambiental - contando com a ajuda de profissionais ligados à área da Educação como também a Biologia, Artes, Ecologia, Geografia, História, Matemática, Português, enfim, todos aqueles que trabalham como professores das disciplinas básicas nas escolas de primeiro e segundo graus, sendo disseminadores desses conhecimentos que serão inseridos na vida cotidiana de todos os indivíduos.A Educação Ambiental é uma proposta de filosofia de vida que resgata valores éticos, estéticos, democráticos e humanistas. Ela parte de um princípio de respeito pela diversidade natural e cultural, que inclui a especificidade de classe, etnia e gênero, defendendo, também, a descentralização em todos os níveis e a distribuição social do poder, como o acesso à informação e ao conhecimento. A Educação Ambiental visa modificar as relações entre a sociedade e a Natureza, a fim de melhorar a qualidade de vida, propondo a transformação do sistema produtivo e do consumismo em uma sociedade baseada na solidariedade, afetividade e cooperação, ou seja, visando a justa distribuição de seus recursos entre todos.Para viver nosso cotidiano de maneira mais coerente com os ideais de uma sociedade sustentável e democrática, é necessária uma educação que repense velhas fórmulas de vida, propondo ações concretas para transformar nossa casa, rua, bairro, enfim, comunidades, sejam elas no campo ou na cidade, na fábrica, na escola ou no escritório.Texto: Biólogo João Luís de Abreu Vieira
TEXTO BÁSICO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA PRIMEIRO E SEGUNDO GRAUS
Terra é o único planeta do Sistema Solar capaz de gerar BIOSFERA dinâmica e caótica... em total (des) equilíbrio ambiental... O ciclo da água, aqui representado, é um dos ciclos biogeoquímicos da nossa bola... Utilize, com moderação esse vídeo ! (água não é, nunca foi e jamais será problema: apenas solução... afinal o planeta é água, em vários estágios e formas !)
Ciclos biogeoquímicos (Água).wmv
www.uniamerica.brO curso de Pedagogia forma profissional para atuar na educação infantil, nos anos iniciais do ensino fundamental, no ensino médio, na modalidade normal, e na educação profissional. O conhecimento Pedagógico permite a atuação na área de serviços e apoio escolar, e na organização e gestão de instituições de ensino. Além do conteúdo curricular da pedagogia, o estudante tem contato com as áreas de antropologia, história, filosofia, psicologia e sociologia da educação. Durante o curso o aluno encontra situações reais do exercício profissional como a aplicação de jogos didático-pedagógicos, psicopedagogia institucional e gestão de carreira. No Laboratório Pedagógico das Licenciaturas são desenvolvidas as atividades práticas e as disciplinas de Metodologia. No Laboratório de Ciências Multiensino ocorre o desenvolvimento das disciplinas de fundamentos e metodologia das ciências, educação ambiental, sexualidade e afetividade. Nos Laboratórios de Informática se desenvolve o aprendizado sobre tecnologias da informação e comunicação em educação.Mercado de trabalhoExistem oportunidades em escolas públicas e particulares, da educação infantil ao ensino superior (para quem tiver pós-graduação). Prefeituras e governos estaduais de todo o Brasil abrem regularmente concurso público para contratar pedagogos, mas é comum que boa parte dos aprovados não seja efetivada. Eles podem atuar como temporários ou substitutos, sem os direitos de um contrato permanente. Uma área bastante estável é a de treinamento de recursos humanos: empresas públicas, privadas e ONGs têm chamado pedagogos para trabalhar na capacitação de funcionários. Editoras também contratam profissionais experientes para coordenar ou acompanhar a edição e a publicação de suas obras didáticas e paradidáticas. Esses especialistas são chamados para desenvolver atividades que proporcionem o bem-estar de crianças doentes, além de atuar como arte-educadores, ou seja, utilizando técnicas artísticas, como colagens e esculturas, no ensino.Áreas de atuação & Oportunidades de empregoAdministração escolar - Gerenciar estabelecimentos de ensino, supervisionando o uso e a manutenção das instalações, além dos recursos humanos, materiais e financeiros necessários ao funcionamento.Ensino - Lecionar na educação infantil, nos anos iniciais do ensino fundamental, no ensino médio, na modalidade normal, e na educação profissional quatro primeiras séries do ensino fundamental.Educação especial - Desenvolver material didático e ministrar aulas para crianças e adultos portadores de deficiência mental, visual, auditiva ou que apresentem outros problemas de comunicação.Orientação educacional - Dar assistência aos estudantes, orientando-os e ajudando-os no processo de aprendizado, com o uso de métodos pedagógicos e psicológicos.Pedagogia empresarial - Desenvolver projetos educacionais, sociais e culturais para empresas, ONGs e outras instituições privadas.Supervisão educacional - Orientar professores e educadores e avaliar seu trabalho, para melhorar e garantir a qualidade do ensino.Treinamento de recursos humanos - Desenvolver programas de treinamento para os funcionários de uma empresa.Organização do cursoTitulação: Licenciado em PedagogiaDuração mínima: 8 semestres
Pedagogia: apresentação
 
Pedido de Instalação de mina de fosfato na nascente do rio Pinheiros em Anitápolis SC Brasil, gera preocupação em estudantes de cidades que se utilizam das águas do rio para o abastecimento e consumo.O órgão oficial de licenciamento e fiscalização ambiental do estado de Santa Catarina ao sul do Brasil, já havia emitido a licença para a implantação do empreendimento. A Ong Montanha Viva ingressou na justiça, pedindo a anulação da licença, O ministério Público Federal, aceitou a denúncia e concedeu liminar favorável, parando o empreendimento.Para reforçar os argumentos contrários, e examinar os riscos aos recursos hídricos de tal atividade na região, está sendo realizada uma audiência pública, na cidade onde o rio tem seu estuário, junto as belas lagoas antes de antigir o oceano Atlântico.Ambientalistas, políticos e técnicos, participaram recentemente de programa de TV para alertar a população dos problemas ambientais e dos risco, caso o projeto venha ser implantado, pois após esta liminar da justiça, a área que contém o minério foi vendida para a Companhia de mineração VALE. Com o empreendimento nas mãos desta grande mineradora, cresce o temor na população que a VALE recorra a justiça para retomar ao projeto.
Colégio Espaço Debate Fosfateira ECOTV00019
Las pilas contaminan. Lo que no sabemos es qué hacer con ellas. Son permanentes las consultas a las organizaciones ambientalistas y a organismos municipales y provinciales que tienen que ver con el ambiente.  El tema pilas es un tema preocupante, complejo y sin salida en el horizonte inmediato. No existe técnica de reciclado o por lo menos no está accesible para nuestro país. Como paliativo se presenta el aislamiento para con el ambiente. Quienes somos conscientes del daño causado y queremos hacer algo, aunque ninguna ley nos obligue, tenemos algunas opciones para disminuir el problema:Usar adaptadores para conectar los artefactos a pila directamente al enchufe. Su costo en ínfimo en relación al ahorro que producen. Usar pilas recargables. Esta es la solución que aconsejan hoy las organizaciones ecologistas europeas. A pesar de no estar muy difundidos, en casi todas las casas de electrónica se consiguen cargadores y pilas recargables. El costo se compensa con el uso. Hay muchos artefactos que vienen con energía lumínica o con baterias recargables. Tratar de evitar el uso innecesario de pilas. Hasta el cansancio hemos repetido en muchas publicaciones que hay numerosos artefactos a pila que se pueden evitar. Juguetes, relojes para chicos, tarjetas musicales, etcAquí cabe agregar que los juguetes a pilas generalmente son de baja calidad, duran muy poco, consumen muchas pilas y pedagógicamente son negativos. Lo mismo sucede con los relojes para chicos, elementos que al entrar al país muy baratos se han convertido en una costumbre en niños pequeños que debería gozar de su libertad, no estar tan atados a compromisos horarios. Y el caso de las tarjetas musicales es una muestra de las mayores incoherencias: entran por millones a precios irrisorios (se pueden comprar por caja de una docena a 0,40 ctvos cada una), con lo que se convierten en un buen regalo muy barato, y funcionan con una pila botón (las más contaminantes). Este es un ejemplo de cómo la comercialización de un producto sin ningún control genera un enorme daño ambiental.     Si en serio queremos tener una actitud ambientalista debemos educar en un consumo más racional, desechando todo aquello que perjudica el ambiente.
UNA SOLA PILA CONTAMINA EL AGUA
Libertação de uma Águia-cobreira (Circaetus gallicus) recuperada no Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS) do Parque Natural da Serra da Estrela. Reportagem da RTP1 28.10.2007O Centro de Ecologia, Recuperação e Vigilância de Animais Selvagens (CERVAS) cervas.pnse@gmail.com é uma estrutura que pertence ao ICNB -- Parque Natural da Serra da Estrela e tem como objectivos detectar e solucionar diversos problemas associados à conservação e gestão das populações de animais selvagens e dos seus habitates. As linhas de acção do CERVAS são a recuperação de animais selvagens feridos ou debilitados, o apoio e/ou a realização de trabalhos de monitorização ecológica e sanitária das populações de animais selvagens, o apoio e fomento à aplicação do Programa Antídoto -- Portugal www.antidoto-portugal.org, a promoção da sensibilização ambiental em matéria de conservação e gestão dos animais selvagens e o funcionamento como unidade intermédia de gestão e transferência de informação e amostras tratadas através de parcerias científicas.
CERVAS/PNSE libertação Águia-cobreira Reportagem RTP1
Da extração e produção até a venda, consumo e descarte, todos os produtos em nossa vida afetam comunidades em diversos países, a maior parte delas longe de nossos olhos.História das Coisas é um documentário de 20 minutos, direto, passo a passo, baseado nos subterrâneos de nossos padrões de consumo.História das Coisas revela as conexões entre diversos problemas ambientais e sociais, e é um alerta pela urgência em criarmos um mundo mais sustentável e justo.História das Coisas nos ensina muita coisa, nos faz rir, e pode mudar para sempre a forma como vemos os produtos que consumimos em nossas vidas
A HISTORIA DAS COISAS PARTE 1
Melhor Ambiente, cidades saudáveis com Macário Correia, reunião de preparação simulação da assembleia, O Processo de Bolonha: sim ou não? problema ou solução?, Jantar-Conferência Paula Teixeira da Cruz sobre reforma do sistema judicial
Sexta-feira, dia 28 de Agosto *UV2009
 

Categorias