Informação para um mundo melhor! Idéias para o desenvolvimento sustentável!

Problemas Ambientais: causas, efeitos e soluções.

Documentário sobre o Manguezal em Aracaju

Documentário que ganhou em 3° lugar na categoria arte/Ensino Médio, na II Olimpíada Ambiental de Sergipe Intitulado de A destruição da paisagem natural em favor do crescimento urbano, aborda os problemas gerados pelo crescimento desordenado de Aracaju/Sergipe, o que serve também para qualquer outra cidade.O vídeo foi elaborado por alunos do 2º ano do ensino médio, sendo eles: Charlie Rodrigues Fonseca, Gabriella Souza Barreto, Luis Felipe Araújo e Rafael Azevedo Ferreira, do COC-Colégio São Paulo, em Aracaju. Participação do Professor e historiador sergipano Luiz Antônio.

Mais vídeos de Problemas Ambientais.

Pro-tierra es una organización  creada por un  grupo de jóvenes que trata de hacer conciencia sobre la naturaleza y la conservación del medio ambiente. Misión: Que la sociedad tenga más educación ambiental y ecológica, que es una de las disciplinas que no se apoya mucho en las escuelas.Visión: Ser una organización que tenga impacto social,  en escuelas primarias, secundarias, preparatorias universidades, etc.,En los últimos años hemos estado acabando con nuestros recursos naturales y destruyendo el planeta.La base de Pro-tierra está representada en los siguientes objetivos:?Crear conciencia hacia nosotros mismos sobre la conservación del medio ambiente.?Conservación del medio ambiente integrándonos a los proyectos sociales o de las demás organizaciones.?Informar a todas las personas sobre los efectos que hay actualmente ,al destruir nuestro medio ambiente.?Proponer soluciones a los problemas ambientales?Hacer que la clasificación de la basura en orgánica e inorgánica se implemente en los parques, escuelas, oficinas, bibliotecas, casas y en todas partes para hacer más fácil el proceso de reciclaje.?Reducción del  uso del automóvil y así mitigamos la destrucción de la capa de ozono.Así mismo queremos invitar a los jóvenes, a las nuevas generaciones y a las personas de todas las edades a cambiar su mentalidad, a cambiar su forma de pensar sobre la madre naturaleza y a mejorar nuestra calidad de vida.! Hay que pensar globalmente, y hay que actuar localmente!
Pro-Tierra Chiapas
Matéria exibida no jornal MG Record, da TV Record Minas - 25/07/09
VT Problemas Aterro
El mayor vertedero de basura de América Latina está en Río de Janeiro y amenaza con cerrar debido a problemas ambientales. Unas 4.000 personas dependen de su trabajo allí pero el terreno se hunde y amenaza con contaminar la bahía. Un informe especial de AFPTV.
Vertedero de Río de Janeiro puede causar un desastre ambiental
animação realizada pela EBM Batista Pereira - Fpolis, feito pelos alunos para contextualizar o problema ambiental
Primavera
.
Problemas Ambientais em Aracaju
 
Uma jovem de 13 anos da ORGANIZAÇÃO DAS CRIANÇAS EM FAVOR DO MEIO AMBIENTE fala em uma reunião mundial sobre os problema ambientais, sociais e políticos do mundo!! - LINDO PROTESTO... é preciso refletir...
PROTESTO: O NOSSO MUNDO!!!
GRUTA DOS BREJÕES....MORRO DO CHAPÉU BAA Área de Proteção Ambiental  APA Gruta dos Brejões/Vereda do Romão Gramacho - criada pelo Decreto Estadual nº 32.487 de 13/11/1985, está localizada na Chapada Diamantina setentrional, e abrange parte dos Municípios de Morro do Chapéu, João Dourado e São Gabriel, numa área total de 11.900 ha . Essa APA é a mais antiga do Estado da Bahia, foi criada para preservar o região da Gruta dos Brejões e da Gruta da Igrejinha, locais de extraordinárias formações geológicas.2. Características GeraisColunas calcárias, estalactites e estalagmites compõem a beleza subterrânea, principal foco para a preservação da região. A presença de grandes canyons, embelezam ainda mais o cenário onde predomina a vegetação de caatinga, com variação das matas de encostas. Rios, com o Rio Jacaré, formam belos vales que abrigam uma diversidade de animais e vegetais com um alto grau de preservação. Pinturas rupestres enfeitam as paredes das cavernas, muitas com difícil acesso, sítios arqueológicos de grande valor para o estudo da pré-história são encontrados no local. A religiosidade também faz-se presente nas grutas, marcada com o dia de Nossa Senhora dos Milagres, padroeira do lugar, comemorado no dia 15 de agosto.3. Aspectos Bióticos3.1 A FloraNa APA Gruta dos Brejões/Vereda do Romão Gramacho tem como ecossistema predominante a Caatinga, sendo que a mata ciliar faz-se presente em espécies como o Ingá (Inga sp) e a Carnaúba (Copernicia cerifera), formando, muitas vezes, veredas. Existem espécies que só são encontradas nas encostas, outras só nos vales e a explicação para essa variação é que o desenvolvimento das espécies está sempre relacionado com as características abióticas do habitat, seja ela clima, solo e etc. Flores como a do quiabento (Peireskia zehntneri) podem ser encontradas em meio a hostilidade do ecossistema da Caatinga.3.2 A FaunaA fauna da APA apresenta como principais classes as aves e os répteis, tendo como exemplos o cancã (Cyanocorax cyanopagon), um pássaro que apresenta um canto inconfundível e cobras como a cascavel (Crotalus durissus). Uma espécie ameaça de extinção, que é encontrada na APA é o veado-caatingueiro (Mazama guarizoubira), que é endêmico da região de Caatinga. Peixes, como a piranha, fazem parte da fauna encontrada na APA. Existe a ocorrência da águia-chilena (Geranoaetus melanoleucus).4. ComunidadesAs comunidades que existem na APA vivem basicamente da criação de caprinos, agricultura de subsistência. É uma região que tem um potencial, mas que ainda é pouco explorado. Existem histórias de moradores mais antigos, que contam que no século XIX, os primeiros habitantes do Povoado Brejão da Gruta eram negros fujões dos engenhos do Recôncavo, que iam amoitarem-se em esconderijos nos arredores do povoado, criando os quilombos. As cavernas serviam de refúgio.5. Conflitos AmbientaisDesmatamentos, queimadas, além de vandalismo, que acabam com pinturas rupestres datadas com milhares de anos. O manejo ilegal de fósseis, que datam mais de 10 mil anos, também é um problema a resolver-se.6. Como VisitarA Área de Proteção Ambiental  APA Gruta dos Brejões/Vereda do Romão Gramacho - fica a 550 km de Salvador, e está localizada na Chapada Diamantina e para chegar no maior município que compreende a APA, segue a Via Feira de Santana (BR-324), depois a BA-052, onde, após aproximadamente 440 km, chega-se a Morro do Chapéu.
Morro do Chapéu,Bahia... Gruta dos Brejões
Taller con participantes de la comunidad con Graciela Scorzo y Antonio BrailovskyMedidas de seguridadPlanes de contingencia de máxima  Leyes que prevean y obliguen el uso de materiales, objetos seguros ? Respetar el código Planeamiento urbano teniendo en cuenta el riesgo ambiental?  Edilicios: casas pensadas para la salud (luminosidad,  calefacción ventilación, materiales de construcción pinturas  etc.)Ver lo ambiental desde las dos veredasLa comunidad debe aprender a reclamar. Constitución y acción sobre los problemas. Lograr convivencia y compromiso por parte de todos los actores Tratar comunitariamente las problemáticasCuando los problemas locales y surgen espontáneamente como aquí hay problemas de comunicaciónSe debe reforzar el intercambioCuando las personas están sensibilizadas por otras causas  reaccionan inmediatamente a cualquier estímulo irritante  (plátanos sin que sea esa sola la causa)Reuniones con especialistas para lograr consensoAccidentes de transito problema grave pendiente.Deben mantenerse sanciones y multas duras serias para faltas Agresiones ambientales(Usar bidones de agroquímicos para reciclar, hacer bolsas, emplear contaminantes a sabiendas de los daños que causan, control de residuos patológicos, químicos, etc.)Arrojar a las cañerías contaminantes en la especulación de que ya no están (abuso de las colectoras)Los olores son un llamado de atención. Marcan la presencia microbiana que deben controlarse y monitorearse. Obras sanitarias: análisis químicos del agua potable UIMBA control y monitoreoLa turbidez no necesariamente la convierte en no potable.Prioridades ambientales  Agua AireSueloEnergía Usar energías alternativas no contaminantes: bicicleta, solar, eólica, optar por GNC es menos contaminante.Tabaquismo: Continuar con prevención hacia la educación, para propender a que los niños y adolescentes no comiencen a fumar igual para otras sustancias adictivas.Docentes  y equipo de salud (actores principales en la toma de conciencia.) Determinar que cuando no se puede intervenir en el reciclado o recuperación debe volverse el residuo al origen vendedor importador fabricante (pilas, baterías transformadores con PCB)No exponer a las personas a recolectar  productos contaminantes sin equipos de protección.Cuidar que no todos los lugares son aptos para la acumulación de productos a la espera de una disposición final.
ANTONIO BRAILOVSKY-GRACIELA SCORZO-JORNADAS HABLEMOS DE ECOLOGÍA
Actores de EL CAPO, se unen a campaña de GREENPEACE que busca salvar y proteger los páramos.Marlon Moreno, Marcela Mar, Oscar Borda, Elkin Díaz, Katherine Vélez, Juan Carlos Vargas, María Lara y Natalia Jerez se unieron a la Organización Ambientalista Greenpeace a través de unos videoclips que se emitirán en Colombia, a la campaña que busca crear conciencia sobre el cambio climático para salvar los Páramos en el país. Invitando a las personas a ingresar a www.greenpeacecolombia.org, los actores de la exitosa serie que se emite por el Canal RCN buscan que la gente conozca más sobre este grave problema ambiental. El aumento de la temperatura global del planeta puede llevar a los páramos a su desaparición irreversible, ya que las temperaturas más cálidas presionan a estos ecosistemas hacia las cumbres de las montañas, dejándoles muy poco espacio para desarrollarse.  Por eso es imperativo que para evitar esto, Colombia se comprometa a acabar con la deforestación de sus bosques y selvas, incluida la parte colombiana de la Amazonía, , afirma Gonzalo Strano, de Greenpeace.
Spot GP El Capo 01.flv
ecifes na Indonésia em 2000 revelaram que apenas 6% dos corais da Indonésia estão em excelente condição, enquanto 24% estão em bom estado, e aproximadamente 70% estão em má condição (2003 A Universidade Johns Hopkins).Estimativas Gerais mostram que aproximadamente 10% dos recifes de coraisdo mundo já estão mortos.[carece de fontes?] Os Problemas vão de efeitos ambientais por causa de técnicas de pescaria, descritas acima, para acidificação do oceano. O descoramento de corais é outra manifestaçã do problema e esta aparecendo em vários recifes pelo planeta.[editar] Proteção e Restauração de Recifeshabitantes da Ilha Ahus, Província de Manus, Papua-Nova Guiné, tem um histórico de gerações de prática de pesca em seis áreas de sua lagoa de recife. Enquanto a pesca com linha é permitida, pesca com rede e lanças são restritos para tradições culturais. O resultado é que tanto a biomassa quanto os peixes individualmente são significativamente maiores nestas áreas do que em áreas em que a pesca é completamente irrestrita (Cinner et al. 2005). [http://earthobservatory.nasa.gov/Newsroom/NewImages/images.php3?img_id=17182]É estimado que aproximadamente 60% dos recifes do mundo estão em risCo por conta de atividades destrutivas relacionadas a humanos. A Ameaça a saúde dos recifes é particularmente forte no sudeste da Ásia, aonde uma quantidade de 80% dos recifes estão considerados em extinção[editar] Áreas Protegidas pela MarinhaUm método de administração de recifes costeiros que está se tornando cada vez mais proeminente e á implementação das Áreas Protegidas pela Marinha. APMs foram introduzidas no sudeste da Ásia e em qualquer outro lugar do mundo que tenta promover pesca responsável e proteção de habitat. Assim como a designação de parques nacionais e áreas protegidas, extrações potencialmente danosas são proibidas. Os objetivos das APMs são tanto social quanto biológico, incluindo a restauração de recifes de coral, manutenção estática, aumentar e proteger a biodiversidade e benefícios econômicos. Conflitos envolvendo as APMs envolvem falta de participação, visões e percepções de efetividade conflitantes, e fundos.A Indonésia tem atualmente 9 APMs, clamando um total de 41 129 km² de águas costeiras sob proteção[carece de fontes?] Um estudo realizado numa das mais novas APMs implantadas na Indonésia mostra a necessidade de co-gerenciamento quando se fala em sucesso de gerências APMs. A aproximação colaborativa enfatiza a cooperação e a parceira entre partidos em nível nacional, provincial e da comunidade local.Os recifes de coral das Filipinas e Indonésia estão desaparecendo rapidamente graças a pesca com dinamite e cianide. Entre 1966 e 1986 a produtividade dos recifes de corais das Filipinas caiu em um terço enquanto a população nacional dobrou (estado dos recifes).[carece de fontes?] Na Indonésia também, mais de oitenta por cento dos corais estão correndo perigo (o Alerta de Jacarta). Estes dois locais são o lar da maior diversidade de recifes do mundo. Se o grau de destruição não diminuir, 70% de todos os corais do mundo irão desaparecer nos próximos 25 a 40 anos (nas Filipinas)[carece de fontes?][editar] OrganizaçõesMuitas organizações existem para ajudar a preservar o habitat dos recifes de corais. Por exemplo, o Conselho Aquático da Marinha (CAM) é uma organização internacional sem fins lucrativos que funciona para trazer responsabilidade e sustentabilidade para a industria de comércio de peixes de aquário preocupada que as práticas da industria possam fazer mal aos recifes de coral. Estas preocupações incluem o uso de cianido para atordoar os peixes e poder pescá-los, práticas erradas de cuidado e acasalamento, diminuição do número de animais selvagens, regulamentos limitados do governo e manutenção de recursos naturais, e a falta de informação confiável sobre a industria. Um banimento em coleta de organismos de recifes para a indústria aquária criaria a perda de sustentamento das comunidades, e possivelmente aumentaria a troca ilegal. CAM mantém uma grande rede de pesquisadores, operadores da indústria e ambientalistas para garantir soluções objetivas que beneficiem a industria e o meio ambiente. CAM apoia o conceito de que existe uma maneira sustentável e responsável de alcançar as demandas da industria criando padrões internacionais e esquemas de certificação para informar e educar consumidores, colecionadores, e revendedores sobre a importância de sustentar um ambiente saudável para o recife de coral.
Recifes Preciosos - 06.mp4
 
lalalalalaááááá;;hehe
geografia...trabalho(início)
Actores de EL CAPO, se unen a campaña de GREENPEACE que busca salvar y proteger los páramos.Marlon Moreno, Marcela Mar, Oscar Borda, Elkin Díaz, Katherine Vélez, Juan Carlos Vargas, María Lara y Natalia Jerez se unieron a la Organización Ambientalista Greenpeace a través de unos videoclips que se emitirán en Colombia, a la campaña que busca crear conciencia sobre el cambio climático para salvar los Páramos en el país. Invitando a las personas a ingresar a www.greenpeacecolombia.org, los actores de la exitosa serie que se emite por el Canal RCN buscan que la gente conozca más sobre este grave problema ambiental. El aumento de la temperatura global del planeta puede llevar a los páramos a su desaparición irreversible, ya que las temperaturas más cálidas presionan a estos ecosistemas hacia las cumbres de las montañas, dejándoles muy poco espacio para desarrollarse.  Por eso es imperativo que para evitar esto, Colombia se comprometa a acabar con la deforestación de sus bosques y selvas, incluida la parte colombiana de la Amazonía, , afirma Gonzalo Strano, de Greenpeace.
Spot GP El Capo 03.flv
TRABALHO DA ALUNA THAYNARA DA 7ª SÉRIE DO COLÉGIO JB
PROBLEMAS AMBIENTAIS
by Rogeane M - Vídeo que retrata os problemas ambientais e suas conseqüências, e de sensibilização  quanto ao uso indiscriminado dos recursos naturais do nosso planeta!!!
Carta Escrita em 2070 DC
separación de residuos en origen en La Pintana: Nueva forma de Basura - Residuos - Valorización De ResiduosSeparación de residuos en origen en La Pintana: Nueva forma de Acumulación de los residuos.La separación en origen permite valorizar las materias primas presentes en los residuos domiciliarios (basura).Objetivos Específicos:Cambiar el concepto de basura, por el de residuos valorizables.Clasificación de residuos -Vegetales-Metal y cartón -Vidrio, tetra y botellas plásticas Crear en la comunidad adecuados hábitos de manejo de sus residuos(cómo separar)Comprometer a los generadores como responsables en la generación y acumulación de sus residuos.- (problema Global / solución local).Informar sobre los beneficios que se obtienen con la separación:- Producir mejorador de suelo para aumentar la producción del vivero municipal (compost)- Mejoras en la calidad de vida a través del aumento de las áreas verdes, mejoras de los espacios públicos.- Mejoras en la calidad de vida a través de Campañas de recolección de Residuos voluminosos.- Motivar a la comunidad a hacerse participe en la solución de los problemas.Enseñar qué y cómo separar.
REINICIA, SEPARACIÓN DE RESIDUOS EN ORIGEN SEGUNDA PARTE
 
Este video fue realizado por un colectivo de jóvenes  comunicadores de la Isla de Múcura para apoyar la sensiblización de su comunidad sobre sus problemas ambientales más graves. Con apoyo del Colectivo de Comunicaciones de los Montes de María.
La historia de Juancho
O que você espera da sua vida pra... amanhã? Reflita nas suas atitudes, costumes e maneiras de pensar. Veja que o mundo gira e ele precisa de você!
Planeta Terra 2009
Este video fala de alguns problemas ambientais bem como gestos para os amainar.Este video sera utilizado para entrar num concurso (www.homegame2009.com), vao ao site e vejam o video urgent, muito bom e directo, vão gostar, prometo.e vejam também o trailer do filme home, a estriar no dia 5 de junho. - Quem sabe porquê? - lol (o trailer pode ser visto no youtube.
Falando de minha casa
La dermatitis se produce cuando el sistema inmunológico de nuestros perros reacciona de forma exagerada ante un alergeno. El problema, es que es muy difícil determinar la sustancia que provoca la dermatitis, puesto que puede ser alimenticia o ambiental, como los ácaros, el polen, los mohos, etc.  Conoce todos los detalles con nuestro especialista Cristián Avilés.
Mundo Animal: Dermatitis en nuestros perros
A TV Câmara exibe uma série de reportagens sobre um problema que desafia países, quebra a cabeça de especialistas, mobiliza os defensores do meio ambiente e tem tudo a ver com a forma como nos comportamos no dia-a-dia: o lixo. Essa coisa aparentemente simples, que precisa apenas ser jogada fora.Seria ótimo se fosse mesmo simples assim. Mas, como sabem hoje em dia até as crianças, o lixo é uma coisa bem mais complicada, que envolve aterros sanitários, separação e reciclagem, custos elevados e políticas de saúde pública. É o que mostra Aline Machado, na primeira reportagem da série especial sobre o destino do lixo.Lixo nas ruas e nos rios, bem perto dos moradores. Quem nunca viu essa imagem antes? O pior é que nós mesmos somos responsáveis por parte do problema. Em média, cada brasileiro produz 1 Kg de lixo por dia. No Brasil inteiro, são 178 mil toneladas, sendo que apenas 140 mil são coletadas. O resto, 38 mil toneladas, o equivalente a uma fila de 3 mil e 800 caminhões, ou 3 vezes o comprimento da ponte Rio-Niterói, é jogada em qualquer lugar.Nesses lixões, muitas vezes perto de centros urbanos e reservas ambientais, não há qualquer tratamento do lixo. Catadores em busca do que pode ser reciclado e até de comida ficam expostos ao chorume - líquido gerado pelo material em decomposição - cem vezes mais poluente do que o esgoto doméstico.Mas não deveria ser assim. A coleta é principalmente um problema de administração pública. Nos mais de cinco mil municípios, bilhões de reais são investidos em licitações e contratos com empresas privadas pra construção de aterros sanitários. Só pra se ter uma ideia, a maior cidade brasileira, São Paulo, gasta cerca de R$ 1 milhão por dia pra lidar com o lixo.Irregularidades foram encontradas em algumas partes do país. Em Brasília, uma empresa está sendo investigada pelo Tribunal de Contas. O motivo: contrato sem licitação. Na Baixada Fluminense, no Rio de Janeiro, o Ministério Público comprovou a existência de buracos no aterro de Gramacho. No Rio Grande do Sul, o lixão de Capão da Canoa está interditado até que o município obtenha licença ambiental. Também no Rio Grande do Sul, foi desmontada uma quadrilha que há 12 anos fraudava licitações pra coleta de lixo. No grupo, havia agentes da Justiça e policiais. As empresas teriam faturado mais de R$ 20 milhões, somente no ano passado.Segundo o ministro Ubiratan Aguiar, do Tribunal de Contas da União, essas irregularidades são comuns. Ele defende mais poderes pra que o TCU apure e puna com rigor eventuais falhas.Além de maior fiscalização, os deputados defendem a aprovação do projeto com a Política Nacional de Resíduos Sólidos.E cada um de nós pode ajudar na redução e no reaproveitamento daquilo que jogamos fora. Em casa, é só separar o lixo seco do material orgânico. Assim, o trabalho do catador de lixo é facilitado.Fonte: TV Câmarahttp://www2.camara.gov.br/tv
Lixo (Episódio 1 de 4) - Os desafios da destinação do lixo
 
-
Projeto Lixo
-
comeu, bebeu e culpou o outro
Soluções para os problemas ambientais são buscadas por instituições governamentais e pela sociedade civil, que tenta colocar em prática iniciativas de preservação, recuperação e conservação ambiental. Conheça nesta edição do Repórter Justiça, programa da TV justiça, quais são os questionamentos mais comuns sobre o assunto. Entenda também quem paga a conta do desmatamento.
Soluções para os problemas ambientais são tema do Repórter Justiça (2/3)
O governo do estado determinou uma nova área para a construção de um presídio na região de Bragança Paulista. O terreno fica entre Bom Jesus dos Perdões e Atibaia. Vereadores e a população protestam. Os vereadores de Piracaia são contra a construção de unidades prisionais próximas à cidade. Teremos vários reuniões para que não seja instalada nem a primeira estaca da construção do presídio, disse José Silvino Cintra, presidente da Câmara dos vereadores de Piracaia.Moradores e representantes de entidades de Bom Jesus dos Perdões e Atibaia também se mostram contrários à vinda do presídio. A luta contra a construção de uma unidade prisional nessa região começou no ano passado. O movimento Presídio Não entrou na justiça e conseguiu derrubar o decreto que autorizava a construção de uma penitenciária feminina no km 59 da rodovia Dom Pedro, entre Nazaré Paulista e Bom Jesus dos Perdões. Agora, eles se reuniram mais uma vez, para outro capítulo dessa história. Moradores e políticos argumentam que falta estrutura nos municípios para abrigar uma penitenciária com 768 detentas, além disso, destacam que podem surgir problemas ambientais. Isso vai gerar esgotos, vai gerar águas e a gente não tem condições no município. Hoje, a gente está fazendo a implantação de um sistema, disse Ricardo Yoshima, presidente da Câmara de vereadores de Bom Jesus dos Perdões. O coordenador do movimento espera que o governo se abra para o diálogo com a população e sugere a construção de unidades menores. O número de detentas que nós tínhamos em Perdões era de 70, porque a construção de um presídio para 780? Isso não é regionalização de vagas, disse Sérgio Ferreira, presidente do movimento Presídio Não. A Secretaria de Administração Penitenciária informou que a escolha da área tem base em estudos técnicos e atende a critérios de necessidade de vagas na região.
Presídio na divisa de Bom Jesus dos Perdões e Atibaia
Este filme conta a história de Barroso, uma pequena cidade na região central de Minas Gerais. Com 20 mil habitantes, o município, desde 2003, vive um pocesso de tansformação. Com a ajuda do projeto Ortópolis (cujo nome vem do grego Orto=correta e Polis=cidade) os cidadãos barrosenses identificaram seus problemas e estabeleceram seus objetivos e metas para se desenvolver de forma sustentável. O projeto, idealizado pelo Instituto Holcim, tem iniciativas nas áreas econômica, social e ambiental. Todas as atividades gerenciadas pela Associação Ortópolis Barroso, envolvem mudanças de comportamento e articulações de parcerias entre a iniciativa privada, o governo e a sociedade civil. Para gerar renda, foram definidos quatro segmentos prioritários: leite, eletromecânico, artesanato e comércio. Os resultados que já foram conquistados são apresentados aqui pelos próprios barrosenses. Um exemplo para outros municípios de que é possível se transformar.
Barroso uma cidade que se transforma
 

Categorias